"O Movimento Hare Krishna é uma Religião Fidedigna"

 

Washington, 18 de março de 1974, matéria de imprensa:

 

O movimento Hare Krishna foi considerado uma "religião fidedigna" ontem no Supremo Tribunal de Justiça de Nova Iorque, que havia feito duas acusações contra os líderes do movimento: "aprisionamento legal" e "tentativa de extorsão". Segundo a acusação, desferida por um pai irritado, seu filho, bem como outro discípulo, haviam sido presos ilegalmente pelo movimento, além de sofrerem lavagem cerebral.

 

"A pergunta central e básica feita ao tribunal", disse o juiz ao preterir as acusações, "é se as duas supostas vítimas neste processo e os réus terão permissão de praticar a religião de sua escolha, o que deve ser respondido com uma retumbante afirmativa." Disse o juiz John Leahy: "O movimento Hare Krishna é uma religião fidedigna originária da Índia e que remonta a milhares de anos. Coube a Merril Kreshower e Edward Shapiro seguirem as doutrinas desta fé e o direito inalienável deles de fazer isso não será menosprezado. É preciso manter a separação de Igreja e Estado. Precisamos continuar sendo uma nação de leis, e não do homem. A acusação e a denúncia do grande júri violaram direta e aberrantemente os direitos constitucionais do réu." O juiz deu o parecer do tribunal:  "O povo abre um processo com base numa premissa insignificante e errônea para chegar auma conclusão falaz. O processo é destituído de qualquer alegação específica de alguma deturpação ou qualquer ato de fraude da parte de qualquer um dos réus."

O juiz disse: "Não se deve reduzir a liberdade de religião por esta não ser convencional em suas crenças e práticas nem por ela ser aprovada ou desaprovada pelo segmento principal da sociedade ou por religiões mais convencionais. Sem esta proliferação e liberdade para o indivíduo seguir os ditames de sua própria consciência nesta busca da aproximação com Deus, a liberdade de religião será um direito sem sentido na constituição. Em tal tentativa, seja ela direta, bem intencionada ou não, apresenta-se um perigo e atual para esta alicerce tão fundamental e para o direito eternamente necessário de nossos cidadãos - a liberdade de religião. O movimento Hare Krishna tem sido pressionado por diversos grupos e espera-se que este julgamento acabe com alguns dos tormentos aos quais ele foi sujeitado nos últimos meses".

 

 

Em 30 de setembro de 1976, na convenção anual da Academia Americana de Religião, duzentos acadêmicos americanos e canadenses assinaram uma petição defendendo a autenticidade do Movimento Hare Krishna. Eis algumas declarações:

 

 

"O Hare Krishna representa a chegada na América da Bhakti Vaishnava, na milenar tradição devocional proveniente da Índia."                                    (Harvey Cox, professor de teologia da Universidade de Harvard)

 

 

"Na América, há pessoas que rotulam o movimento Hare Krishna como um culto e tem colocado em questão sua autenticidade. Isto é espantoso e um entristecedor testemunho de nosso isolamento cultural. Esta tradição religiosa ocupa um respeitoso lugar na vida religiosa da humanidade."

                                                                               (Dra. Diana Eck, historiadora de religião na Universidade de Harvard)

Criado por: ISKCON - Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna - Curitiba Mandir - Brasil

Acharya-Fundador  Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada

© 2014 Wix.com

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social